musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - O SUCO (PART. SEM MODOS) - COSTA GOLD - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

O Suco (Part. Sem Modos) letra


Nog:
Por entre as ruas e calçadas
Numa sauna na minha jaula eu não to entendendo nada
Toma cuidado com a bala
Passa enrola na minha calma de um jeito que meu vidro embaça
E passa o preço que paga e o beck não apaga
Não falta conversa que parece aula
Nego é tão like that no rap disfarço a vida
Nego que intromete não mete mão na minha vida
Cê cria todo um cenário imaginário e falso
se ta pensando que nóis mosca pra boca de sapo
Cuidado no que pega, com que cê fala
Cuidado em hora extra não tem salário
Cê fala que vida é foda, o cenário é Vietnã
Cê paga de pá daora, empresário ou Djavan
Mas quando vai ver que você não é
O que tu prefere transforma mulher
O que você quer quando quer simplesmente põe na moral
Anda a pé e morar num chalé
Bom prô cê que não se identifica, que no role nunca quis ser o mais pica, jão
Esses daqui de Jundiaí sempre foi inteligente
Toma cuidado mc que nóis vai fuder sua mente

E nóis quer pra nóis também
Essa vida que cê diz que cê respira
No meu canto tudo bem
Se o suco do meu rap é o suco da minha vida
vico com ou vivo sem
Essa vida que cê diz que cê respeita
Até quando nóis não tem
O suco do meu rap é a melhor laranja lima

Predella:
E eu fiz em traços minhas dispô
Junto os passos largos, fardos degradês e tragos
Nessa sauna eu e minha gata mais acalma
Mezaninos som da Flora, eu queimo matos pela fauna
Perceber cultura tá escassa
Mensageiros falsos são o que não são só por 3 metros de espaço
É reto e certo o papo:
Sem dupla personalidade porque a vida não é teatro
De teto em teto o tato olfato aguçado
Pra farejar maldade e personagem no versado
Conversa em verso fato
Morena vibe sensualize
Dessa vez não foi fumaça que deixou o vidro embaçado

Muitos questionarão onde é que tá o néctar
De toda essência fluente da atmosfera
Não me pergunte quanto beck
Dá suas tragadas, suas tossidas, sem babar e dai já era
Quantos mil zói de tandera eu tenho perfurado?
Até enquadrando os desajeitados
Nessa cena encenada por alguns fantoches
Esses malas portadores de broxes
Forte note que é relativo tudo que for proativo
Mas não é coativo a voz do ser
Não quero ser ofensivo, defendo meu coletivo
Se não tem cognitivo vai se perder

E nóis quer pra nóis também
Essa vida que cê diz que cê respira
No meu canto tudo bem
Se o suco do meu rap é o suco da minha vida
vico com ou vivo sem
Essa vida que cê diz que cê respeita
Até quando nóis não tem
O suco do meu rap é a melhor laranja lima

Julian:
Tô longe dos flash, tô longe das puta
Enquanto nego compete pra andar no red carpet eu
Vivo a rua na reality então me erre, tio
Não venha com marmota ainda mais essas horas da night
Me poupa que essa track é a pu, puro suco do barril nunca foi roupa
Pode vir de garfo negão que hoje a refeição é sopa
Passou pra mim eu chamo na responsa
Não faz uma rima boa já pensando nas onças
Fala ai (?) quantos de chapéu atolado nesse jogo
Mas eu pouco me fodo, tosto meu Malboro
Na humilde eu saco do meu Haka
Que a minha costa é de ouro e no meu jogo
Se eu levar cartão, até o juiz sai de maca

Nil:
Então me empresta a garra deixa eu encher meu copo também
Já cansei das de 50 agora eu quero as de 100
Derrotado desandei naquela das nota verde
Me jogando de cara no mundo dos ingleses
Eu quero minha mansão inteira com quadros na parede
E uma fantasia maneira igual a do Bruce Wayne
Confesso ter fumado na folha do Salmo 13
Me desculpe Senhor por não aceitar os crentes
Hoje o banco é meu amigo, disso eu tô ciente
Até considero o gerente meu parente
Saio cedo, chego tarde na ideia consciente
Durmo pouco, vivo muito e eu controlo a minha mente
Tomare que essa noite não chova de repente
Pra nóis não ter que tomar o mesmo suco do Chaves verde
É foda viver contente em terra de gente carente
Entretido em minha pose, esqueci a conta dos últimos meses

E nóis quer pra nóis também
Essa vida que cê diz que cê respira
No meu canto tudo bem
Se o suco do meu rap é o suco da minha vida
vico com ou vivo sem
Essa vida que cê diz que cê respeita
Até quando nóis não tem
O suco do meu rap é a melhor laranja lima

Costa Gold - Letras

©2003 - 2017 - musicas.mus.br